ACONTECE NO MPHU

Liga de Psiquiatria promove campanha para lembrar o Setembro Amarelo

15/09/20

Para marcar o Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção do suicídio e promoção da saúde mental, a Liga Acadêmica Multiprofissional de Psiquiatria (LAMP) realizou, na semana passada, uma ação na porta do Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU) durante a troca de turno dos colaboradores. Eles receberam laços amarelos e foram homenageados com cartas feitas por alunos do Colégio Machado de Assis.

“O objetivo foi conscientizar e informar sobre o suicídio, uma prática, normalmente, motivada por transtornos mentais, abordando, inclusive, o impacto da pandemia nesse contexto. Também instruir sobre formas de prevenção, identificação, abordagem e tratamento. Fornecer dicas de como cuidar da saúde mental durante a pandemia, além de homenagear os profissionais da saúde que estão no enfrentamento da Covid-19”, afirma a aluna do 8º período de Enfermagem da Universidade de Uberaba (Uniube) e presidente da LAMP, Tiffany Borges Cabral.

O Colégio Machado de Assis contribuiu com desenhos e textos de crianças do sexto ao nono ano que se transformaram em cartas para os colaboradores do hospital. “Todo mundo gostou da iniciativa e até passou a usar o laço amarelo. Em outras ocasiões, a gente fazia ações assim com os alunos. Então, dessa vez, a gente inovou fazendo com os profissionais”, conta. “Nós, humanos, dependemos do bem-estar bio-psico-social. Se estamos bem mentalmente, conseguimos estar bem fisicamente e assim consequentemente”, completa.

Na opinião da aluna, é importante abordar este tema e falar mais amplamente sobre saúde mental. “Existem vários tipos de preconceito ainda. Então, a gente precisa falar abertamente sobre o suicídio, depressão, ansiedade e outros transtornos mentais. Um dia a gente mesmo ou alguém próximo pode precisar de ajuda. Por isso, a gente tenta sempre motivar a procurar o bem-estar, a fazer coisas que gostam, procurar terapia e transmitir conhecimento”, finaliza.